Seria o coaching uma espécie de terapia ou autoajuda? Não! Entenda o que o coaching não é.

TERAPIA

Existe uma grande tentação de querer definir o coaching como uma terapia, mas são técnicas completamente diferentes. Em primeiro lugar, o coaching é um processo com começo, meio e fim. Seu foco é no futuro e na ação, ou seja, no que fazer de forma prática para se alcançar os objetivos pretendidos. Não se trata de um processo analítico ou de um resgate do passado. Trata-se antes de colocar o indivíduo em ação e de mudar seus resultados futuros.

AUTOAJUDA

Outra tendência é achar que o coaching é autoajuda. Bem, não devemos confundir autodesenvolvimento com autoajuda. O princípio da autoajuda é se inspirar nas experiências pessoais de outros para melhorar a si mesmo – o que é, sem dúvida, uma maneira de se autodesenvolver. A grande diferença, no entanto, é que a experiência que serve de modelo na autoajuda é única, produziu resultados determinados para uma pessoa ou grupo específicos. Logo, não existe observação de resultados em maior escala.

O coaching, diferentemente, é um processo sistematizado que permite a coleta e análise de dados para comprovar os benefícios alcançados. Isso porque é uma metodologia que foi aplicada um grande número de vezes e aperfeiçoada em suas técnicas e ferramentas.

MENTORING

O coaching tampouco trata-se de mentoring, caracterizado pelo desenvolvimento de competências específicas. Normalmente acontece no ambiente de trabalho, em uma situação em que existe uma legítima dedicação de um mentor ao aprendizado e ao desenvolvimento profissional de alguém para determinada função.

ACONSELHAMENTO e CONSULTORIA

Por fim, o coaching também não é aconselhamento ou consultoria. Nesses casos, quem dá o conselho ou oferece um diagnóstico detém um saber específico de grande valor. No coaching, o coach e o coachee formam uma parceria. O coach não precisa ser um especialista no problema do coachee, muito menos irá oferecer respostas a esses problemas. Ele domina a técnica do coaching, e por isso é apenas um facilitador, oferecendo ferramentas para que o coachee desenvolva e implemente suas próprias soluções.

Agora que você já sabe o que é e o que não é o coaching, está pronto para o próximo passo? Se ainda tem dúvidas, mande sua questão para duvida@ybr-coaching.com

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *